top of page

Os alimentos fundamentais para o desenvolvimento das crianças até os cinco anos.

Atualizado: 13 de set. de 2022

Nutrição correta nos primeiros 2 mil dias de vida é essencial para o desenvolvimento neurológico e o crescimento e ganho de peso adequados.


BBC News

Julia Braun

Da BBC News Brasil em São Paulo

O período da vida conhecido como os primeiros 2 mil dias de vida, que vai da concepção até o 5º ano, é um momento crítico para a saúde física, cognitiva, social e emocional das crianças. Diversos estudos demonstram que tudo o que acontece nesse espaço de tempo pode ter impacto em toda a infância e até na idade adulta.


Especialistas consultados pela BBC News Brasil ressaltaram, em especial, a importância da nutrição correta nesse período. "Nos primeiros anos de vida mais de 1 milhão de novas conexões neurais são formadas a cada segundo e uma alimentação saudável é essencial para determinar o desempenho desse desenvolvimento neurológico, além do crescimento e do ganho de peso adequados", afirma a pediatra Mônica Moretzsohn, do departamento científico de Nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP).


Segundo a médica, todos os nutrientes são importantes na infância. "Mas entre os nutrientes que costumo listar como indispensáveis nos primeiros 5 anos de vida estão ferro, zinco, iodo, vitamina A e os ácidos graxos do tipo ômega 3, em especial o DHA", diz. (veja mais detalhes abaixo) Para auxiliar no momento das refeições, confira a seguir os alimentos que não podem faltar no dia a dia das crianças e que podem garantir uma nutrição adequada, com todos os nutrientes citados. A lista foi elaborada a partir de entrevistas com médicos e nutricionistas e consultas a guias alimentares elaborados por órgãos oficiais do Brasil e do mundo. "Idealmente, as crianças deveriam seguir esse padrão de alimentação variada e saudável todos os dias, com foco especial nas duas principais refeições: almoço e jantar", diz Moretzsohn.

  • Leite materno: Até os seis meses de idade, a recomendação dos médicos é o aleitamento materno exclusivo.

  • Prato saudável: A partir da introdução alimentar, os especialistas afirmam que é preciso passar a prestar atenção na variedade de alimentos e nutrientes consumidos pelas crianças.

  • Legumes e verduras: O primeiro grupo de alimentos que não pode faltar para as crianças - e adultos também - são os legumes e verduras. Segundo os médicos, eles devem compor pelo menos 50% do prato.

  • Cereais e tubérculos: O grupo de cereais e tubérculos, que deve representar algo em torno de 25% do prato dos pequenos, inclui milho, arroz, aveia, trigo, massas, farinhas, pães, inhame, batatas e mandioca.

  • Carnes e ovo: Médicos e nutricionistas indicam ainda a presença de uma carne ou ovo nas duas principais refeições das crianças. Esses itens devem representar algo em torno de 1/8 do prato.

  • Leguminosas: O restante da refeição das crianças deve ser preenchido com leguminosas, que segundo os especialistas devem ocupar cerca de 1/8 do prato.

  • Óleos vegetais: Os óleos vegetais devem estar presentes na alimentação das crianças como temperos ou no preparo dos alimentos.

  • Frutas: As frutas são essenciais para as crianças e devem ser oferecidas como opção de sobremesa, no café da manhã ou como lanches nos intervalos entre as refeições. Para as crianças de 1 a 5 anos, a Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda a ingestão de 3 porções de fruta de 35 quilocalorias por dia.

  • Laticínios: A partir de 1 ano de idade, os nutricionistas recomendam também oferecer leite e derivados às crianças. A recomendação é de 3 porções de cerca de 120 quilocalorias até os 5 anos.

Este texto foi originalmente publicado em: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-62352990


Fruta Pocket é a fruta e só! Utilizamos um processo chamado liofilização, no qual mantém as propriedades, nutrientes e vitaminas das frutas.


Kommentare


bottom of page